POVOS IMIGRANTES

Em um país repleto de diversidade, criar estratégias para alcançar grupos e culturas específicas é um desafio que não podemos deixar de lado. Além da pluralidade do povo brasileiro, nosso país tornou-se também casa de muitos outros povos. Imigrantes, refugiados... gente que encontrou aqui paz e recomeço. A eles é também necessário mostrar a esperança de um futuro em outra pátria, onde não haverá guerra, nem dor, nem choro.


Missões Nacionais tem trabalhado para que, nos grandes centros, como em São Paulo, imigrantes e refugiados sejam alcançados não apenas com o evangelho, mas também com apoio para o recomeço, visto que muitos chegam vulneráveis e sem perspectiva de integração social.


A plantação de igrejas em contextos étnicos específicos acontece em São Paulo, na comunidade africana e com povos ciganos e hispanos; em Assaí, no Paraná, onde a população descendente de japoneses tem ouvido o evangelho em sua própria língua; agora também em Prudentópolis, onde 75% da população é descendente de ucranianos. Neste mais novo desafio, Missões Nacionais trouxe pela primeira vez uma família de outro país para evangelizar seu povo aqui no Brasil. Já no Norte, em Roraima, refugiados venezuelanos continuam precisando de nosso auxílio para encontrarem acolhimento ao fugirem da fome e da miséria.


Não podemos fechar nossos olhos! É tempo de, movidos pela graça, levar a todos os cantos a misericórdia de Cristo.


Compartilhe para que este projeto alcance várias pessoas