POVOS INDÍGENAS

O trabalho batista de evangelização entre os povos indígenas é de longa data. Da chegada do missionário Zacarias Campelo à comunidade Krahô, em 1925, à atual formação de líderes autóctones em 35 projetos ao redor do Brasil, foram muitos os desafios enfrentados. Os obstáculos passam pelas inúmeras línguas indígenas, pelas comunidades ainda não mapeadas, pela escassez de missionários e pela necessidade de uma pregação contextualizada culturalmente a cada povo.


Em meio a tantas necessidades de nosso país quanto à evangelização e mudança social, não podemos deixar de lado nem adiar o alcance daqueles que, vivendo isolados em locais de difícil acesso, nunca ouviram o evangelho de Cristo, que é transcultural e deve ser pregado a todos os povos.


É tempo de fazermos ainda mais! Movidos pela graça, iremos mobilizar a tradução da Bíblia para os idiomas indígenas, enviar mais missionários, formar líderes locais e desbravar povos ainda não alcançados. 


Compartilhe para que este projeto alcance várias pessoas